Novos sinais de trânsito nas estradas portuguesas.

No dia 20 de Abril as estradas portuguesas receberam vários sinais novos que já se encontram em vigor. É considerada a primeira grande revisão do Regulamento de Sinalização do Trânsito (RST) e foi aprovada pelo Decreto Regulamentar n.º 22 -A/98, de 1 de outubro, com o objectivo de actualizar e aperfeiçoar os sinais de trânsito conforme o Código da Estrada em alinhamento com o Plano Estratégico Nacional de Segurança Rodoviária — PENSE 2020.

O sinal D6a de via reservada a veículos com alta taxa de ocupação destina-se a criar vias reservadas para veículos que transportem duas ou mais pessoas incluindo o condutor de forma promover o descongestionamento das cidades, a partilha dos carros e a poupança de combustível e do ambiente.

A preocupação com o agente mais vulnerável, peões ou alguém de bicicleta, ganha destaque e torna-se evidente nas zonas de coexistência onde o automobilista deixa de ser o actor principal.

Os ciclistas recebem agora de forma legal os Sinais dos condutores, pois entre outras características não possuem luzes de mudança de direcção e devem sempre assinalar a sua presença na estrada.

Estes foram os maiores destaques mas podem consultar todos os novos sinais rodoviários na Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária , como novos símbolos de indicação turística, geográfica, ecológica e cultural, bem como a representação gráfica dos agentes reguladores do trânsito e dos sinais luminosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *