Carro europeu do ano entre 2000 e 2010

O prémio Carro Europeu do Ano é estabelecido desde 1964, por algumas revistas de automóveis europeias. Os atuais organizadores do prémio são Auto (Itália), Autocar (Reino Unido), Autopista (Espanha), Autovisie (Holanda), L’Automobile Magazine (França), Stern (Alemanha) e Vi Bilägare (Suécia).

O júri de votação é composto por jornalistas de automóveis de publicações de toda a Europa. A representação de cada país é baseada no tamanho do mercado automotivo do país e na indústria de fabricação de automóveis. Não há categorias ou vencedores de classe – o objetivo é encontrar um “vencedor único e decisivo” entre todos os carros concorrentes.

Os carros elegíveis são os novos modelos lançados nos doze meses anteriores ao prémio. Os nomeados são julgados com base nos seguintes critérios: design, conforto, segurança, economia, comportamento, desempenho, funcionalidade, requisitos ambientais, satisfação do condutor e preço. A inovação técnica e o valor pelo dinheiro também são fatores importantes.

Uma lista restrita de sete carros é selecionada por uma votação simples. Para a rodada final de votação, cada membro do júri tem 25 pontos para distribuir entre os finalistas. Os pontos devem ser distribuídos para pelo menos cinco carros, com não mais do que dez para cada carro, e sem marcas de topo comuns. A votação é aberta e cada membro do júri fornece justificativa publicada para sua distribuição de votos.

2000 – Toyota Yaris

 Carro Europeu

 O Toyota Yaris venceu à frente do Fiat Multipla. O terceiro lugar foi para o Opel Zafira.

2001- Alfa Romeo 147

 Carro Europeu

Um período de sucesso para a Alfa Romeo: em 2001, o 147 ultrapassou o Ford Mondeo por apenas um ponto. O Toyota Prius estava a apenas 10 pontos da medalha de ouro.

2002 – Peugeot 307

 Carro Europeu

A decisão foi um pouco mais clara em 2002 – o Peugeot 307 venceu à frente do Renault Laguna e do Fiat Stilo.

2003 – Renault Mégane

 Carro Europeu

Os anos 2000 foram uma época de sucesso para marcas da França e da Itália. Em 2003, o Renault Megane venceu, seguido pelo Mazda 6 e pelo Citroen C3.

2004 – Fiat Panda

 Carro Europeu

O Fiat Panda conseguiu o que seu antecessor não conseguiu – em 2004 ele ganhou o prêmio europeu de carro do ano à frente do Mazda 3 e do Volkswagen Golf.

2005 – Toyota Prius

 Carro Europeu

Em 2001, o Toyota Prius reduziu q sua diferença para a liderança na votação do Carro Europeu do Ano, mas em 2005 a nova edição venceu. Vice-campeões: Citroen C4 e o Ford Focus.

2006 – Renault Clio

 Carro Europeu

A vitória da Renault em 2006 com o Clio, venceu por uma pequena margem à frente do Volkswagen Passat e terminou em terceiro com o Alfa Romeo 159.

2007 – Ford S-Max

 Carro Europeu

Foi uma corrida apertada em 2007 – 235 pontos para o Ford S-Max, 233 pontos para o Opel Corsa e 222 pontos para o Citroen C4 Picasso.

2008 – Fiat 500

 Carro Europeu

A Fiat venceu em 2008 com o look retro do 500. Vice-campeões: o Mazda 2 e o Ford Mondeo.

2009 – Opel Insignia

 Carro Europeu

A Opel estava muito animada em 2009, quando o Insignia venceu por apenas um ponto à frente do Ford Fiesta e do Volkswagen Golf.

2010 – Volkswagen Polo

 Carro Europeu

Os três primeiros colocados do ano de 2010 são interessantes: o Volkswagen Polo venceu à frente do Toyota iQ e do Opel Astra.

Artigo de Filipe Duque

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *