Volvo P1800 completa 60 anos, um verdadeiro ícone

Volvo P1800, para muitos considerado como o modelo mais icónico da história da marca, este é um automóvel desportivo, de forte inspiração italiana, criado pelo designer sueco Pelle Petterson.

Volvo

A sua produção iniciou-se em 1961. Nessa altura, a Volvo não tinha capacidade para o produzir isoladamente por isso, durante os primeiros anos do seu ciclo de vida, o fabrico foi subcontratado no Reino Unido com o chassis a ser produzido na Escócia e a montagem final realizada em Inglaterra.

O piso do Volvo P1800 foi baseado no modelo Volvo 121/122S. O automóvel apresentava um novo motor de 1.8-litros e 4 cilindros – o clássico motor Volvo B18 – inicialmente com 100 cv que passaria posteriormente para 108, 115 e 120 cv.

Volvo

Ao longo dos anos, o 1800 foi testando várias alternativas de novos motores. No Outono de 1968, foi introduzido um novo motor de 2.0 litros, o B20, com uma potência de 118 cv. Um ano mais tarde foi apresentada uma nova versão com injeção de combustível. Em 1971, a Volvo apresentou uma nova versão do automóvel, o 1800 ES. Este modelo tinha um design traseiro completamente novo em relação às suas versões antecessoras. O teto foi estendido e o perfil assemelhava-se ao de uma carrinha desportiva pois tinha mais capacidade de bagagem. Esta nova versão foi produzida durante dois anos em 1972 e 1973.

Volvo

Em 1973 acabaria o ciclo de produção deste automóvel histórico. Em boa parte, o final da sua produção deveu-se às exigências de segurança mais rigorosas no mercado norte americano que tornariam o seu fabrico demasiado caro para as tentar cumprir.

Este modelo ganhou sucesso mundial na série televisiva “O Santo”, que causou furor na década de 60. De cor branco pérola este 1800S, era a viatura da personagem Simon Templar protagonizada por Roger Moore.

Este automóvel foi produzido na fábrica da Volvo de Torslanda, em Gotemburgo, em novembro de 1966 e vinha equipado com rodas Mini-Lite, faróis antinevoeiro Hella e um volante de madeira Volvo. No seu interior, este modelo ainda possui alguns detalhes da série como um termómetro no painel e um ventilador localizado no habitáculo, que servia para refrescar os atores durante as filmagens.

Volvo

Moore foi mesmo o primeiro proprietário deste famoso modelo. A sua matrícula londrina, NUV 648E, foi registada a 20 de janeiro de 1967.

Na Série “O Santo”, o automóvel detinha as placas de matrícula ST 1 e fez a sua estreia no episódio A Double in Diamonds, filmado em fevereiro de 1967. Seria conduzido pela personagem principal até ao final da série em 1969.

Anos mais tarde, Roger Moore venderia a viatura ao ator Martin Benson, que protagonizou a personagem Mr Solo no filme de James Bond ‘Goldfinger’. Seguiram-se mais alguns proprietários e, no início dos anos 2000 o carro foi restaurado à sua condição original.

Este modelo é atualmente propriedade da Volvo Cars.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.