Um Volvo P1800 um “bocadinho” diferente do habitual

Os mais aficionados do mundo dos clássicos podem já conhecer esta moda que cada vez está com mais popularidade, que são os Restomods, que consiste em combinar tecnologia antiga e a nova para criar o melhor dos dois mundos, combinando um estilo clássico com conforto moderno, desempenho e fiabilidade.

A Cyan Racing que é uma empresa fundada em 1996 que corria com Volvos na Suécia, mas continuaram sempre a expandir. Expansão essa que resultou na criação da empresa Polestar Performance em 2009. Esta empresa e o nome Polestar foram comprados pela Volvo Cars em 2015. A Cyan Racing afirma que o Volvo P1800 Cyan é uma homenagem à Volvo e o primeiro carro leva as cores de corrida azul e amarelo para marcar a sua herança Sueca.

Ao criar o Volvo P1800 Cyan, a equipa decidiu tratar o design e a engenharia dos anos 60 com cuidado, fazendo-o de forma delicada.

Não há ajudas ao condutor para distorcer a experiência de condução, o que significa que não há controle de estabilidade, ABS ou servo freio. A carroceria do Volvo P1800 foi alterada para acomodar uma largura de chassi superior, rodas maiores e tornar o carro mais dinâmico, entre uma longa lista de adaptações.

É alimentado por um motor de quatro cilindros turbo de dois litros que é baseado no mesmo motor usado no carro de corrida vencedor do título mundial Volvo S60 TC1, produzindo 420 cavalos de potência e 455 Nm de torque, a cortar às 7700 rpm. Tem uma caixa de velocidades Holinger feita à medida de cinco velocidades que foi selecionada para transmitir a sensação mecânica do Volvo P1800 original, mas com maior precisão e capacidade de lidar com um torque superior.

O eixo traseiro dinâmico Volvo P1800 original é substituído por uma suspensão traseira independente projetada pela Cyan. Uma parte fundamental para a experiência de tração traseira envolvente é o diferencial de deslizamento limitado polarizador de torque (LSD). O diferencial é montado em uma carcaça Holinger com engrenagens exclusivas para combinar desempenho capaz em um circuito com comportamento civilizado para uso em estradas, mas que também nos permite brincar com umas valentes rotundas.

O Volvo P1800 Cyan começou a vida como um Volvo P1800 1964 que foi refinado e reforçado utilizando aço de alta resistência e fibra de carbono, que faz com que o resultado seja um carro com apenas 990 Kg.

As suspensões dianteira e traseira totalmente ajustáveis apresentam componentes leves feitos sob medida, incluindo colunas de alumínio, braços duplos e amortecedores ajustáveis bidirecionais com sistema hidráulico da Cyan. O chassi reforçado com fibra de carbono é conectado à estrada com jantes forjadas de 18 “com pneus Pirelli P Zero 245/40 na frente e 265/35 na traseira.

O carro é controlado por pinças de 4 pistão com discos de aço de 362×32 mm com sensação genuína, já que nenhum reforço de freio ou ABS estão lá para interferir.

O interior é, tal como o exterior do carro, uma interpretação delicada do Volvo P1800 original dos anos 60. O interior apresenta um aro de titânio revestido de couro, assentos de corrida, arneses de corrida e instrumentos digitais personalizados com uma ligação clara ao seu design original.

O prazo de entrega e o preço dependem do resultado do diálogo entre o cliente e a Cyan, o preço começa nos 406.617 €. O tempo estimado para restaurar e modificar um Volvo P1800 Cyan feito sob medida é de 12 a 18 meses.

Eis um carro que deixa tudo nas mãos do condutor, é o que se pode chamar um carro sem filtros. Conduzir esta bela obra de arte deixará sem dúvida as emoções à flor da pele, com menos peso que um Dacia Sandero e com uma potência superior à de um Audi RS3 num chassis tão capaz como este é certamente algo fenomenal. O seu preço é o seu tendão de Aquiles apesar de ser esperado com a atenção ao detalhe a que o carro é submetido.

Artigo escrito por Filipe Duque.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *