Rimac Nevera de 1914 cavalos, o verdadeiro poder dos elétricos

Trata-se do novo hipercarro elétrico da Rimac Automobili, a famosa marca de automóveis elétricos  croata com sede em Sveta Nedelja, que vem tirar o sono a todos os hipercarros que recorrem a coisas do passado como gasolina para se deslocarem.

Rimac

O Rimac Nevera recorre a um monocoque integralmente de fibra de carbono por questões de estrutura e peso já que apresenta 2150 kg e está distribuído numa proporção de 48 na frente e 52 na traseira. Todo o seu design como o capot e as entradas de ar na frente desempenham funções aerodinâmicas. Todos os flaps ou passagens de ar são funcionais e contribuem para que o carro se mantenha colado ao chão com através da downforce.

Rimac

A nível de performance o modelo apresenta um motor por cada roda, ou seja um total de quatro propulsores que juntos produzem 1914 cavalos e uns incríveis 2360 Nm. Os seus 0 aos 100 km/h são despachados em apenas 1,9 segundos e até aos 160 km/h só precisa de 4,3 segundos. A velocidade máxima ficou limitada apenas aos 412 km/h. (Nada mau para um hipercarro a pilhas).

Rimac

A bateria é refrigerada com líquidos radiadores e possui 120 kWh, com uma autonomia máxima de 550 km e demora 22 minutos a encher entre 0 e 80% das baterias com um carregamento rápido a 500 kW. Esta disponibilidade parece-me ambiciosa devido a toda a performance que o modelo oferece. Normalmente a tracção é feita nas quatro rodas 50% na frente 50% na traseira, em modo drift, onde funcionam apenas os dois motores traseiros com 100% da tracção, não me parece que seja possível alcançar esses 550 km a fazer piões, mas podemos testar Rimac.

Rimac

Já no interior contamos com o que os carros elétricos nos apresentam, pouca confusão e tudo muito simples. Todas as funções podem ser controladas por tablets/ecrãs, neste caso três. Aqui podemos definir várias funcionalidades do Nevera e ainda controlar a multimédia ou emparelhar o smartphone.

Rimac

Os seus numeros de produção vão ser limitados a 150 unidades e cada uma vai custar uma quantia de 2 milhões de euros por unidade. Existem ainda várias versões a que se resumem a alterações estéticas visto que o objetivo da marca é de que nenhuma das 150 unidade tenha uma igual.

São veículos como este que nos garantem que o futuro está a mudar bastante depressa e de forma silenciosa.

Rimac
Primeiro 100% Eléctrico da Volvo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *