Pininfarina Battista de 1873 cavalos acelera ao máximo em Nardo

Este hipercarro totalmente elétrico já se encontra na fase final de testes e desenvolvimentos. 2021 vai ser o ano de lançamento e entrega aos clientes do mais recente Pininfarina Battista.

Foi apresentado pela primeira vez ao mundo em 2019 no Salão Automóvel de Genebra e o impacto foi bastante positivo. Esta semana andou a efetuar testes de alta velocidade na famosa pista de testes italiana “Nardò Technical Centre”, conhecida pelo seu banco oval.

Ainda que tenha sido um protótipo camuflado este já contava com um interior totalmente funcional, igual ao oferecido no modelo de produção. Este modelo está fortemente ligado ao mundo automóvel sendo que pilotos de Fórmula 1 como o Nick Heidfeld é um dos seus responsáveis.

Relembro que o seu chassis de fibra de carbono foi comprado a uma famosa empresa croata de automóveis elétricos, a Rimac. Cada eixo conta com dois motores onde cada roda é independente graças ao sistema de torque vectoring. A sua potência máxima é de 1873 cavalos e 2300 Nm de binário, numeros que segundo a marca italiana catapultam o Battista para uma aceleração até aos 100 km/h em menos de 2 segundos e lhe garantem uma velocidade máxima de aproximadamente 350 km/h.

A sua bateria tem a forma de um “T” e situa-se atrás e entre os bancos, tudo para não sacrificar a altura dos bancos, visto que se fosse o convencional “skate” estas estavam na base ou chão do veículo como na grande maioria dos elétricos. A sua bateria de 120 kWh garante-lhe um total de aproximadamente 450 quilómetros com um carregamento apenas.

No total vão ser produzidas apenas 150 unidades e cada uma irá custar mais que 2 milhões de euros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *