O único Bugatti “Ouro Branco” do mundo, avaliado em 2.5 milhões, teve um acidente…

Este ano não está a ser positivo por muitos motivos e parece que esta maré de azar também está a afectar os hipercarros da Bugatti. Mais um exemplar da marca a envolver-se num acidente, desta vez foi o único Grand Sport Vitesse com a pintura L’Or Blanc.

Lembram-se deste carro aparecer recentemente no nosso Top 10 – Cores de fábrica mais estranhas de sempre? Pois é parece que o seu dono se entusiasmou e teve um acidente de percurso no decorrer de uma prova de velocidade.

Relembramos que a versão “ouro branco” do Bugatti Veyron Grand Sport distingue-se por ser o único carro com peças em porcelana no mundo. O modelo conta com um motor W16 de 1000 cavalos, tracção nas quatro rodas e uma caixa automática de sete velocidades. A aceleração dos 0 aos 100 km/h cumpre-se em apenas 2,7 segundos e a velocidade máxima ronda os 407 km/h.

Tudo se passou esta semana no aeroporto de Gstaad na Suiça, durante um evento de velocidade para carros milionários. Marcas como Koenigsegg, Pagani, Ferrari ou Lamborghini estiveram presentes e a Bugatti não poderia faltar.

A tragédia aconteceu quando o L’Or Blanc estava a fazer um arranque contra um Hennessey Venom GT, por algum motivo os travões não actuaram ou o condutor pensava que tinha mais espaço e foi colidir com as barreiras, que para o efeito eram fardos de palha. Nos vídeos que circulam pela internet percebemos que quando o carro começa a travar já é demasiado tarde.

Poderia ter sido pior, sabemos que ninguém ficou ferido e os danos foram apenas materiais. O estrago localiza-se apenas numa entrada de ar que se partiu ao meio e no pára-choques frontal que ficou com um buraco irreparável. O mais complicado nesta tarefa é efectuar a pintura devido ao esquema de cores único do modelo e que certamente não será barato…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *