O primeiro Bugatti Chiron Pur Sport já anda nas ruas

A primeira unidade deste Chiron vocacionado para as pistas com 1500 cavalos foi entregue nos EUA.

Sabemos que a Bugatti é uma marca conhecida pelos seus recordes de velocidade no entanto ao longo dos seus 110 anos de história grande parte deles foram passados em inúmeras provas de desporto automóvel. Este Pur Sport “emagreceu” alguns quilos e prova que os modelos da marca não andam só a direito e são capaz de enfrentar curvas sem qualquer problema.

O seu visual não se alterou muito desde o modelo de testes que apresentamos aqui em Maio, mas os detalhes com a customização feita pelos clientes são bastantes. No caso deste primeiro modelo entregue nos EUA a opção do cliente passou por uma pintura de dois tons em Quatz White e fibra de carbono cinzenta que contrasta com o interior em pele vermelha . O modelo conta ainda com um extra bastante caro, teto panorâmico que para além de mais luz dentro do habitáculo dá também mais espaço para a cabeça.

Este modelo focou-se na redução de peso e ajustes de chassis tudo para se tornar mais dinâmico e eficaz nas curvas. A sua aerodinâmica também não foi esquecida, o Pur Sport conta com jantes de magnésio e uma asa fixa de quase dois metros na traseira que não passa despercebida. Os seus pára-choques na frente e na traseira também foram desenhados para arrefecer melhor os radiadores e para produzir downforce.

A nível de performance conta com o mesmo motor W16 de 8 litros com cerca de 1500 cavalos e 1.600 Nm entre as 2000 e as 6000 rpm. As rotações máximas subriam de 6700 rpm, no Chiron, para 6900 rpm, neste novo Chiron Pur Sport.

O modelo conta com uma aceleração bastante mais rápida devido ao facto de 80% da caixa de velocidades ter sido redesenhada a pensar na aceleração, com relações 15% mais curtas, e não na velocidade final (350 km/h, limitados electronicamente). Dos 60 km/h aos 120 km/h o modelo é dois segundos mais rápido que o Chiron “normal”.

Pois é trata-se de uma verdadeira máquina de pista que pode circular na rua. As suas molas são ainda 65% mais duras na frente e 33% mais duras na traseira e o modelo equipa pneus exclusivos “‘Bugatti Sport Cup 2 R”, 285 na frente e 355 na traseira, um dos segredos que o fazem curvar tão bem.

O preço a pagar por este modelo exclusivo de apenas 60 unidades são 3 milhões de euros, mas mesmo assim pode não ser suficiente. A marca anunciou que quem quisesse ter uma unidade teria de ter histórico na Bugatti, ou seja ter tido no passado algum exemplar.

Mas esperem ainda existe uma surpresa, chama-se “ESC Sport+”, um modo de condução que permite fazer derrapagens ou “drift” de forma controlada, tal como alguns modelos no mercado de outras marcas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *