O Porsche 911 GT2 RS vai receber pistões 3D

A utilização de impressoras 3D na fabricação de pequenos componentes na marca alemã não é novidade. Desta vez a Porsche decidiu arriscar e esta tecnologia a nível do motor, teve resultados bastante positivos.

O topo de gama da marca alemã foi a “cobaia” deste teste que parece melhorar consideravelmente o seu desempenho. O modelo continua com o bloco de 3.8 litros boxer de seis cilindros, que agora vê a sua potência aumentar de 700 para 730 cavalos. Esta melhoria deve-se apenas a uma redução de 10% do peso dos pistões, relativamente aos forjados, que só é possível por recorrer a uma impressora de tecnologia 3D. Como explicou o engenheiro da Porsche que desenvolveu o processo, a velocidade do motor aumenta e a temperatura da carga dos pistões reduz. O engenheiro Frank Ickinger afirmou ainda que a nova afinação, da mistura entre ar e gasolina, faz com que o carro se torne mais eficiente.

Por enquanto a marca alemã ainda não vai começar a produzir pistões 3D nos seus modelos, mas adiantou que dentro de cinco anos esta poderá ser uma realidade. São experiências como estas que fazem mundo automóvel evoluir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *