Novo KIA Optima (K5)

Este é o novo, e grande, familiar da Kia que vem rivalizar modelos do segmento D como o Volkswagen Passat ou o Renault Talisman.

No exterior o modelo relembra o modelo Stinger, ainda que já estejam presentes os novos elementos da marca sul coreana como a grelha “cara de tigre”. A sua plataforma (N3) é partilhada com o Hyundai Sonata, mas o Kia revela-se mais comprido, mais largo e mais baixo. A sua traseira apresenta uma linha de tejadilho mais coupé que transforma este familiar num “fastback” mais moderno.

A nível de motor, de momento, o modelo conta com duas opções apenas a gasolina. A versão de entrada conta com um motor de 1.6 litros turbo, T-GDI, com quatro de quatro cilindros que produz 184 cavalos e 265 Nm. Este vem equipado com uma caixa de oito velocidades automática e tracção apenas nas rodas da frente. A Kia revelou que pela primeira vez este modelo irá contar com tracção integral mais tarde durante a produção.

A versão mais potente fica reservada para o topo de gama que apresenta um bloco de 2.5 litros a gasolina, também ele de quatro cilindros turbo. É capaz de produzir 290 cavalos e 422 Nm, que resultam num 0 aos 100 km/h de apenas 5,8 segundos. A nível de transmissão conta com um sistema automático de dupla embraiagem e oito relações.

No interior o destaque vai para o painel de instrumentos com um ecrã de 12,3 polegadas, onde é possível seleccionar os modos de condução. A acompanhar surge o infotainment, ainda que ligeiramente mais reduzido (10,25 polegadas) o painel táctil funciona sem falhas e é bastante rápido com o Android Auto ou o Apple CarPlay, sistema que pode ser comandado por voz.

A segurança é uma das fortes apostas da Kia e este modelo não poderia ser excepção. Cruise control adaptativo, assistente de prevenção de colisão dianteira, assistente de permanência na faixa ou assistente de prevenção de colisão de trânsito cruzado são algumas das tecnologias de segurança que o modelo pode equipar.

As más noticias são que este modelo está projectado para o mecado Norte Americano e segundo Emilio Herrera, responsável das operações da Kia na Europa, o actual Optima, em 2019, vendeu apenas 12.202 unidades. Este factor deve contribuir para que o novo modelo não pise solo europeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *