Nissan 400Z apanhado a circular em estradas públicas

A Nissan revelou no ano passado que tinha planos para substituir o 370Z e o público ficou bastante agradado. Esta semana o Z Proto foi encontrado a ser testado em estradas públicas, este que será o novo legado do coupé desportivo Z.

Nissan

Embora os detalhes das motorizações ainda estejam por vir, tanto a patente quanto as fotos da mula de teste sugerem que o carro de produção final será quase idêntico ao concept que já vimos. Além do ajuste do difusor dianteiro, da grelha dianteira e da adição de uma tampa para o depósito de combustível no painel traseiro esquerdo, não há mudanças a serem encontradas – até mesmo o design do puxador da porta permaneceu o mesmo.

No entanto, há um grande problema com o novo Nissan 400Z, não será comercializado na Europa. Conforme anunciado pela Nissan Europe em setembro, “O Nissan Z Proto é uma homenagem à herança, paixão e inovação dos carros desportivos da Nissan, atualizado para a era moderna. No entanto, o encolhimento do mercado europeu de carros desportivos e regulamentações específicas sobre emissões significam que a Nissan foi incapaz de construir um caso de negócios viável para a introdução da versão de produção da próxima geração do Z-car na Europa. Na Europa, as prioridades da Nissan permanecem no seu compromisso de renovar a sua linha de crossovers e acelerar sua estratégia de eletrificação”.

Nissan

Para começar, o novo Nissan 400Z partilha a sua configuração de dois lugares e duas portas com muitos dos seus antecessores. Com 4382 mm de comprimento, o protótipo Z Proto é 142 mm mais comprido que o 370Z e quase com o mesmo comprimento de um Toyota Supra. Com 1850 mm de largura e 1310 mm de altura, é um pouco mais estreito e alto que o Toyota, mas tem um “calçado” semelhante na estrada com uma combinação de pneus dianteiros 255/40 R19 e nos pneus traseiros 285/35 R19 (o mesmo que o Supra equipa na frente e mais 10 mm na parte traseira).

Nissan

Um V6 biturbo é o motor que irá alimentar o próximo Z, um motor que suspeitamos que será uma versão da unidade VR30DDTT que alimenta variantes de alta especificação do Infiniti Q50. Os valores de potência não foram divulgados, mas nessas modelos ronda os 394 cavalos, um valor que suspeitamos não estar muito longe do novo Z. Isso torna o carro significativamente mais forte que o Toyota Supra 3 litros de 335 cavalos, ainda que noutros mercados, incluindo Japão e Estados Unidos, o Toyota venha declarado com 382cavalos, o que ainda assim dá ao Nissan um valor mais alto.

Nissan

Outro contraste é que o próximo Z da Nissan estará disponível com uma transmissão manual de seis velocidades, em vez de ser apenas automático como o Supra com a sua unidade de oito velocidades. Embora as duas motorizações tenham um conceito semelhante, a combinação de uma transmissão manual e um motor não desenvolvido na Europa são provavelmente fatores que contribuem para a incapacidade do Z de aprovar os regulamentos da UE.

Nissan

Esteticamente, o Nissan Z Proto inspira-se em dois de seus predecessores mais famosos, com elementos do 240Z original e do posterior dos anos 90, o 300ZX. A silhueta é pura Nissan dos anos 70, com um capô longo, um vidro curvo e envolvente, teto plano e a forma do pilar C. A frente é dominada por uma única abertura agressiva, rasgada por dois faróis de LED que, juntamente com a carroceria imitam os faróis circulares do 240Z.

A superfície limpa e simples é outra homenagem ao design dos antigos Zs , terminando com uma cauda que inclui algumas referências do 300ZX como as novas luzes traseiras de LED. O design é atarracado, compacto e tradicional na maioria dos sentidos, e faz lembrar modelos como um Toyota Supra ou o Alpine A110.

O interior do Nissan também foi revelado e mostra um layout simples dominado não por interfaces digitais, embora existam muitas, mas sim por um painel simples centrado no motorista que inclina todo a consola em direção ao motorista. Como acontece com quase todos os Z’s, existem três mostradores auxiliares redondos são incorporados ao painel superior, enquanto a alavanca da caixa manual e o travão de mão (sim, tem um travão de mão manual) ficam dentro de um túnel central.

Nissan

Embora seja uma pena que o Nissan Z não seja oferecido cá em Portugal e na Europa, é importante entender que o mercado é muito difícil de entrar sem grandes níveis de investimento. Infelizmente, os elementos da velha guarda que fazem o Z Proto parecer tão refrescante na nossa era moderna de transmissões de dupla embraiagem e motorizações hibridas também tornam o carro quase impossível de regularizar em alguns mercados. Também vale a pena lembrar que a aliança Nissan-Renault ainda tem um carro desportivo moderno com um toque retro e fantástico para nos agradar, o Alpine A110, um carro que é um excelente exemplo de como um carro desportivo leve e relativamente acessível pode ser bom quando projetado com as ferramentas certas e pelas equipas certas.

Ensaio ao Nissan 300ZX

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.