Melhorar a Fórmula 1

Longe vão os tempos em que numa corrida de Fórmula 1, apostar qual o piloto que iria ganhar uma corrida era uma verdadeira sorte e não uma quase certeza. Não sou desse tempo pois as primeiras recordações que tenho na memória de F1 é de uma ultrapassagem entre dois senhores em Spa no ano de 2000.

Fórmula 1

Mas quem gosta de Formula 1, gosta de saber um pouco do seu passado e mesmo não consiga competir com a enciclopédia do CarOnline TV (Francisco Melo), tenho algum conhecimento sobre algumas ideias maradas que apareceram na F1 e embora algumas fossem um total fiasco, outras eram tão boas que chegavam a correr apenas uma vez e eram logo banidas. Mas acima disso, e por muito boas que fossem, havia sempre o fator piloto que fazia sempre muita diferença e que atualmente apenas quando se consegue ver um pouco disso quando temos uma corrida à chuva.

Entre as inovações/maluquices que apareceram na Fórmula 1, vou apenas referir duas: o carro com 6 rodas, o Tyrrel P34, em 1976, em que o seu desenhador, Derek Gardner, procurou fazer diferente dos outros e tentar uma nova abordagem e outro ícone, o Brabham BT46B ou mais conhecido como o carro ventoinha, que Gordon Murray desenvolveu na tentativa de acabar com o domínio da Lotus no final da década de 70 do século passado.

Tudo isto para mostrar que um dos grandes problemas da Formula 1 são as regras: têm regras para tudo e mais alguma coisa e se querem melhorar o espetáculo que é este desporto têm de acabar com muitas das regras. Porque é que os motores têm de ser V6 ou com limite de rotações. Porque é que os pneus têm de ser todos com a mesma medida e da mesma marca (saudades do tempo em que tínhamos disputa entre construtores de pneus). Ou então que só podem ter uma asa à frente e outra a trás. As regras para a Formula 1 deveriam caber dentro de uma folha A4.

Fórmula 1

Simplificar as regras iria atrair mais adeptos para o desporto porque como vamos cativar o nosso amigo que não acompanha F1 e no dia em que vai ver um grande prémio connosco, nós passamos a corrida inteira a a tentar explicar um centésimo das regras. Ou o nosso amigo tem o bicho da F1 só que ainda não sabia e fica fã ou então nunca mais vai ver uma corrida na vida.

Artigo de Samuel Perestrelo e Sá

O piloto de Fórmula 1 decidiu vender alguns carros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *