Mazda MX-5 vai receber versão híbrida na próxima geração

O Mazda MX-5 é um dos carros desportivos mais popular do mundo, que se junta a uma lista de modelos como o Porsche 911 ou o Ford Mustang. Mas será que com a eletrificação vai continuar a ser um ícone?

Mazda MX-5

Conta atualmente com quatro gerações e não existe dúvida de que se trata de um automóvel bastante especial e que não deixa ninguém indiferente depois de o conduzir, independente do modelo ou motorização escolhida. No entanto a Mazda já veio confirmar que está a pensar na sua quinta geração e que vai contar com ajuda de motores elétricos.

A decisão foi tomada de forma a que o modelo cumpra com as novas regras relativas a emissões de cO2. A Mazda é uma marca que se tem vindo a revelar bastante purista na forma de realizar automóveis, onde procura explorar todas as potencialidades de um bom motor naturalmente aspirado, não introduzindo tecnologias como por exemplo turbos neste modelo. Assim sendo e de forma a não assustar os clientes fala-se que esta próxima geração irá receber apenas um sistema mild-hybrid, mas será que chega para regras da União Europeia ou pela primeira vez não iremos ter uma nova geração do MX-5 na Europa?

Mazda MX-5

Sendo o Mazda MX-5 um modelo desportivo que pretende sempre ser simples este sistema híbrido não pode ser algo complexo. Ainda não se sabe ao certo como e de que forma vai trabalhar esta nova geração mas espero que seja bem sucedida como todas as gerações anteriores.

Mazda MX-5

A tração continuará a ser no sítio correto (traseira) no entanto um pouco do feeling mais mecânico vai ser perdido pois com o sistema híbrido o mais provável é que a caixa de velocidades seja automática, uma tendência atual. Outra questão fundamental é o baixo peso (outra das vantagens do MX-5), como sabemos as baterias nos automóveis ocupam espaço e aumentam o peso, este será um fator decisivo que vão ter em conta para o comportamento desportivo do modelo nas curvas.

Mazda MX-5

Sabemos que se trata de uma questão de tempo até todos os nossos ícones desportivos se tornarem automóveis elétricos ou híbridos, é sinal da mudança dos tempos e só nos resta aceitar o futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *