A Famel está de volta, agora com motorizadas elétricas

A Famel (Fábrica de Produtos Metálicos) é um ícone nacional. Eu sei que a nossa paixão são os automóveis, mas quem é que não gosta de uma boa motorizada? Este foi um meio de transporte bastante popular nos anos 60, 70 e 80 está de regresso mas abandonou os motores a gasolina.

A Famel

Sediada em Águeda a Famel ficou conhecida por utilizar os motores alemães da Zündapp a dois tempos com 50cc nas suas motorizadas. Foram produzidos vários modelos entre o inicio de 1960 e o final de 1990, sendo a Famel Electron (uma scooter elétrica) o último modelo a abandoar as fábricas em 1997.

O motivo de falência da Famel prende-se com a falência da Zündapp em 1984 (fornecedora de motores), falta de apoio nacional e a entrada de Portugal na União Europeia. O mercado português recebeu novas marcas e motas com preços bastante competitivos e marcas nacionais como a Famel não conseguiram resistir. Em 2002 foi decretada a falência pois já enfrentavam bastantes dividas em tribunal.

A Famel

O modelo mais icónico e reconhecido da marca é a XF-17, modelo em que se inspira a nova e eletrificada Famel E-XF. A ideia partiu de um grupo de engenheiros que adquiriram a marca e pretendem produzir uma motorizada nacional elétrica.

A Famel

Como refere Joel Sousa este será o primeiro veículo de duas rodas elétrico a ser fabricado em Portugal. O motor é de 5kW e produz quase 7 cavalos que lhe permite atingir a velocidade máxima de 70 km/h (pode ser limitada a 45km/h) e 70 km de autonomia. Para carregar as baterias a 100% em casa são necessárias apenas 4 horas.

A Famel

A nova Famel E-XF vai custar algo como 4.100 euros e já pode ser encomendada no site. Sabe-se que este projeto ainda procura investidores mas as entregas começam a ser feitas já no inicio do próximo ano.

Será que a Famel vai voltar a ser um sucesso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *