Koenigsegg Gemera, Mega-GT de 1700cv com 4 lugares

A ideia surgiu por volta de 2003, quando Christian von Koenigsegg, fundador e CEO da marca, precisava de um carro mais prático para uso diário. Tinha sido pai recentemente e queria um carro que pudesse transportar a família, mas sem perder as características de um hiper carro.

Os anos foram avançando, a marca foi crescendo mas a ideia manteve-se. Criar um novo segmento de hipercarros, o Mega-GT como a marca sueca lhe chama. Capaz de atingir os 100 km/h em 1,9 segundos enquanto os passageiros do banco traseiro estão a ver uma série no Netflix.

Parece ser possível juntar o “útil ao agradável”, em termos utilização diária o Gemera conta com todos os gadgets modernos, conectividade por telemóvel, auxílios de condução como levantar a suspensão para realizar determinadas manobras e mais algumas surpresas que ainda não foram reveladas. É capaz de carregar 4 malas de viagem, uma por cada ocupante. Um dos factores que está a chocar o mundo é o facto de ter 8 suportes para copos. Christian von Koenigsegg afirma que cada passageiro tem direito a uma bebida quente e a uma bebida fria na sua viagem.

Passando para questões mais técnicas o novo modelo da marca sueca conta com uma célula monocoque, ou seja uma peça única que une a carroçaria e o chassis, utilizado na grande maioria dos carros. O que a destinge é o facto de em carbono, tornando-se a mais rígida e leve do mundo, num carro para 4 pessoas. A ausência do pilar B torna o interior muito espaçoso quando comparado com muitos desportivos de 4 lugares.

Um grande factor de inovação do modelo passa pelos retrovisores digitais. Na Europa já foram aprovados, nos EUA e em alguns países da Ásia a marca vai ter de recorrer aos espelhos tradicionais, o que lhe retira algum charme.

Relativamente a níveis de performance este apresenta-se como Híbrido Plug-In. Tem um motor central de 2 litros com três cilindros biturbo a gasolina, que gera 600 cavalos. Recorre a um sistema inovador em carros de produção, o Freevalve, que consiste num motor com ausência de árvore de cames. As válvulas são então comandadas electronicamente, aumentando a flexibilidade e eficiência do motor, tendo um regime de binário muito alto em baixas rotações, entre outras vantagens como a preocupação ambiental e a redução de barulhos. A este juntam-se três motores eléctricos, o conjunto total produz cerca de 1700 cavalos e mais de 3500 Nm. Tendo ainda autonomia para 50 quilómetros recorrendo apenas a baterias.

O novo Gemera aparenta-se como sendo o primeiro Koenigsegg com tracção nas quatro rodas, que são também direccionais, permitindo ao carro ser ágil em estradas mais sinuosas e estável quando atinge a velocidade máxima de aproximadamente 400 km/h. Em termos de transmissão é utilizada a mesma caixa de velocidades do modelo Regera, de apenas uma velocidade, directa com as rodas.

A sua produção irá começar em 2022 com o número limitado a 300 exemplares. Relativamente ao preço, Christian von Koenigsegg afirma que será o modelo mais acessível da marca. O que se estima que irá rondar preços na casa de 1 milhão de euros.

Até aos dias de hoje a única marca que tentou criar um carro que fosse realmente rápido, mas que pudesse transportar mais que duas pessoas foi a Mclaren com o modelo F1, fabricado entre 1993 e 1998 que sentava 3 pessoas. Será o Gemera um F1 dos tempos modernos?

One thought on “Koenigsegg Gemera, Mega-GT de 1700cv com 4 lugares

  • Março 21, 2020 at 11:56 pm
    Permalink

    Boa Noite!…
    Olá sou Bruno Nogueira tbm sou um grande apaixonado por este tipo de automóveis.

    Sou um seguidor vosso o canal do Youtube Caronline.pt.

    Com os meus sinceros cumprimentos

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *