Novo Honda Civic 1.0 i-VTEC

O novo Civic foi actualizado e agora conta com mais tecnologia. Apesar de existirem opções a diesel este 1.0 a gasolina pode ser a melhor opção em termos de custos e eficiência.

No exterior os detalhes foram pontuais, dependendo das configurações conseguimos obter pára-choques diferentes, ou jantes de 17 polegadas pretas que no caso desta versão Elegance combina com o visual do carro. As linhas deste hatchback de segmento C continuam iguais ao modelo apresentado em 2017, que são a identidade da marca japonesa. Uma frente bastante trabalhada com vários destaques na grelha e uma traseira marcada por dois grandes faróis que são unidos por uma pequena asa.

A nível de motor existem duas opções a gasolina, o 1.0 i-VTEC turbo de três cilindros produz 126 cavalos com 180 ou 200 Nm dependendo da versão escolhida. Um modelo que apesar do pequeno motor revelou ser bastante competente não só na cidade mas também em conduções mais longas. A caixa de seis velocidades manuais é justa e e as relações entre as mudanças está muito bem conseguida. Torna-se prático não só em cidade como em viagens mais longas onde conseguimos manter as rotações em baixos regimes.

Na gasolina existe ainda o mais desportivo 1.5 i-VTEC turbo de quatro cilindros já encontramos 182 cavalos e 240 Nm capaz de realizar o 0 aos 100 km/h em apenas 8,3 segundos, com caixa manual. Já para os amantes do gasóleo fica reservada a versão 1.6 i-DTEC, um turbodiesel de 120 cavalos e 300 Nm.

A nível de transmissão determinados modelos a gasolina podem vir equipados de fábrica com uma caixa automática CVT, em vez da habitual caixa de seis velocidades manual. No caso de optarem pela opção automática o modelo perde alguma performance, no caso do 1.5 i-VTEC a força desce de 240 Nm para 220Nm.

No interior o design Honda mantém-se, uma consola marcado por vários detalhes e linhas rectas. O painel de instrumentos é digital, manómetros como a indicação da gasolina ou a temperatura da agua do motor são mostrados por luzes, o que o torna bastante moderno. O sistema multimédia está bem colocado e possui todas as informações disponíveis, é compatível com Apple CarPlay e Android Auto, que o torna mais prático. O modelo oferece variadas ajudas electrónicas sendo que o destaque vai para o Lane Assist e a ajuda ao ponto de embraiagem.

Os preços começam nos 25 365 euros para a versão mais básica, o 1.0 i-VTEC TURBO COMFORT de 126 cavalos. Se o objectivo for a performance pode sempre optar pelo motor 1.5 i-VTEC TURBO de 182 cavalos que na versão de entrada SPORT PLUS custa 35 590 euros. A opção diesel inicia-se por 28 990 euros com o 1.6 i-DTEC TURBO COMFORT de 120 cavalos.

Ainda que levantem algumas criticas ao modelo pelo seu visual não nos devemos esquecer que esta é a 10ª geração do Honda Civic, o 3º carro mais vendido no mundo no ano de 2018, que compete com modelos como o Ford Focus ou o Volkswagen Golf. Ou seja a marca japonesa parece entender bem os gostos dos seus clientes.

O que achas do Honda Civic?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *