Este é o Jeep Renegade 1.3 Turbo de 150 cavalos

O Jeep Renegade tem uma tarefa complicada dentro do seu segmento, competir com modelos como Honda HR-V, o acessível Dacia Duster ou ainda o seu jovem irmão Fiat 500 X.

O Jeep Renegade tem uma tarefa complicada dentro do seu segmento, competir com modelos como Honda HR-V, o acessível Dacia Duster ou ainda o seu jovem irmão Fiat 500 X.

A versão ensaiada foi o exclusivo Jeep Renegade Orange Edition que se distingue de imediato das outras versões por causa dos vários apontamentos ao longo da carroçaria com a cor laranja, a começar pela risca preta e laranja no capot.

No exterior podemos ver que apesar de ser construído na mesma fábrica que o Fiat 500 X o seu design é completamente distinto. É sem dúvida um Jeep, a grelha única na frente que nos relembra o original Jeep Willys e todo o seu aspeto “quadrado” nos remetem para a marca.

Este modelo em particular conta com alguns detalhes específicos como os vários apontamentos em preto e laranja, umas jantes especiais pretas de 19 polegadas com pneus 235/45 e ainda um interior bastante personalizado.

No habitáculo o Renegade Orange Edition é bastante familiar, um painel de instrumentos bastante generoso que partilha informações úteis ao condutor e na consola central o infotainment. Este sistema é mais intuitivo e rápido que o mesmo utilizado na Fiat, onde aqui no Renegade parece estar mais bem configurado, recorrendo na mesma ao UConnect.

O Jeep Renegade tem uma tarefa complicada dentro do seu segmento, competir com modelos como Honda HR-V, o acessível Dacia Duster ou ainda o seu jovem irmão Fiat 500 X.

A nível de motor contamos com o já conhecido 1.3 Firefly Turbo de 150 cavalos e 270 Nm. O modelo tem tração apenas na dianteira e recorre a uma caixa automática de seis velocidades e dupla embraiagem. A sua velocidade máxima é de 196 km/h e a aceleração dos 0 aos 100 km/h é cumprida em 9.4 segundos (razoável tendo em conta o modelo).

O Jeep Renegade tem uma tarefa complicada dentro do seu segmento, competir com modelos como Honda HR-V, o acessível Dacia Duster ou ainda o seu jovem irmão Fiat 500 X.

A nível dos consumos é que o modelo deixou algo a desejar. O anunciado pelo fabricante é de 5.8 l/100 km em estrada e cerca de 7.3 l/100 km em cidade. Na realidade o seu consumo é de 7 l/100 km em estrada e de aproximadamente 9 l/100 km na cidade.

Um ponto que me deixou ligeiramente surpreendido pois apesar dos quase 1400 kg de peso sinto que a culpa não é do motor 1.3 e sim da caixa de velocidades automática (que não é muito inteligente).

A nível de preços o Renegade começa na casa dos 28 mil euros mas esta versão (Orange) ensaiada ultrapassa ligeiramente os 30 mil euros. Um preço justo a pagar tendo em conta o seu equipamento e um pouco pela exclusividade de ter um SUV americano de linhas originais na garagem.

Quem quiser um modelo capaz de enfrentar desafios “selvagens” mas não quer um SUV, a escolha que recomendamos é o PANDA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *